Sal Rosa do Himalaia é Melhor Que Os Outros Sais?

Sal Rosa do Himalaia é Melhor Que Os Outros Sais?
7 de junho de 2017 Alimentação Sadia

SAL ROSA DO HIMALAIA É MELHOR QUE OS OUTROS SAIS?

O sal rosa do Himalaia é um tipo de sal naturalmente cor de rosa e é extraído perto do Himalaia, no Paquistão. Especificamente na Mina de Sal Khewra, uma das mais antigas e maiores minas de sal do mundo.

De tempos para cá muitos têm afirmado que este sal está carregado de minerais e oferece benefícios incríveis para a saúde. Por estas razões, o sal rosa do Himalaia é geralmente tratado como mais saudável do que o sal de mesa normal, e muitos acabam ainda aumentando a dosagem de sal na dieta.

No entanto, pouca pesquisas sobre o sal do Himalaia realmente existem. Muitas das alegações sobre seus benefícios são nada mais do que especulações ou inventadas.

Entendendo os Sais

O sal é um mineral constituído principalmente por cloreto de sódio. Sua composição de cloreto de sódio é tão alta que muitas pessoas usam as palavras “sal” e “sódio” com o mesmo significado.

Ele é obtido através da evaporação da água salgada ou pela extração em minas de sal.  No Brasil, desde 1953, é obrigatório a adição de iodo no sal de mesa, para se evitar deficiência de iodo na população.

O sal de mesa passa por um processo de refino para remover impurezas e outros minerais. Já o sal rosa do Himalaia é extraído à mão e minimamente processado, para produzir um produto não refinado e livre de aditivos.

É justamente o fato de ele não ser refinado que há diversas alegações de que o sal rosa do Himalaia é mais saudável, por conter mais minerais. Essas alegações na verdade se estendem a qualquer tipo de sal não refinado, como o marinho e o negro.

De fato, o processo natural de extração do sal rosa do Himalaia permite que diversos minerais e outros elementos estejam presente neste tipo de sal e não no sal refinado. Um desses elementos é o ferro, que dá a característica rosa. Porém, isso não quer dizer que ele é mais saudável.

Composições

Um estudo de 2010 verificou a composição mineral de 45 tipos diferentes de sal. Vejamos abaixo os principais deles, todos relativos a 1 grama de sal:

Substância Sal Refinado Sal Rosa Sal Marinho Sal Grosso
Cálcio (mg) 0,4 0,16 0,13 0,7
Potássio (mg) 0,9 0,28 0,18 0,22
Magnésio (mg) 0,014 1,06 2,49 0,049
Ferro (mg) 0,01 0,037 0,028 0,003
Zinco (mg) 0,005 < 0,004 < 0,004 < 0,004
Sódio (mg) 380 370 370 470

 

Como podemos ver a concentração de alguns minerais no sal rosa é bastante superior à dos demais, chegando a ser 300% superior para o cálcio e mais de 7400% superior para o magnésio, quando comparado ao sal refinado.

No entanto, mesmo no sal rosa do Himalaia, as quantidades destes minerais são muito, mas muito pequenas. Para se ter ideia, para se obter a quantidade diária recomendada de potássio, seria necessário a ingestão de 1,7 kg deste sal. Uma quantidade irreal de se imaginar.

Qualquer outro mineral extra que o sal rosa possui em relação aos outros sais, também são encontrados em quantidades tão pequenas que é muito improvável que forneça qualquer benefício para a saúde.

Conclusão

O sal rosa ganhou imensa popularidade nos últimos anos. As alegações são de que, por não ser refinado, é nutricionalmente mais rico que o sal refinado. Com isso, criaram-se supostos benefícios como:

  • Auxilia na saúde vascular
  • Melhora a função respiratória
  • Reduz sinais de envelhecimento
  • Regula o açúcar no sangue
  • Previne cãibras musculares
  • Fortalece os ossos
  • Reduz a pressão arterial

Mas na verdade, os sais não refinados não apresentam nenhuma vantagem em relação ao sal refinado, simplesmente porque a concentração de minerais em qualquer tipo de sal (refinado ou não) é muito pequena quando comparada às nossas necessidades nutricionais.

Além disso, alguns desses benefícios para a saúde são apenas funções normais do cloreto de sódio no nosso corpo. Nós obtemos esses benefícios com a utilização de qualquer sal.

Por fim, se você quiser evitar os aditivos no sal de mesa comum – mas que não há nenhuma comprovação de que estão em quantidade suficiente para causar mal – o sal rosa do Himalaia é uma boa alternativa natural. E lembre-se, o sal de mesa é uma importante fonte de iodo e o sal rosa não. Por isso, procure outras fontes de iodo.







Comentários Facebook