Como Escolher O Melhor Iogurte

Como Escolher O Melhor Iogurte
5 de agosto de 2017 Alimentação Sadia

COMO ESCOLHER O MELHOR IOGURTE

O iogurte é frequentemente comercializado como um alimento saudável. No entanto, isso nem sempre é verdade.

O açúcar e outros ingredientes adicionados podem transformá-los em verdadeiros vilões para a sua saúde.

Por esse motivo, escolher dentre as opções nos supermercados pode ser uma tarefa bem difícil e confusa.

Mas, não se preocupe. Siga este guia para descobrir como escolher o melhor iogurte e ficar imune as propagandas enganosas do setor alimentício.

1. Sempre Leia o Rótulo

Ler o rótulo deve ser sempre o primeiro passo para decidir qual alimento comprar.

O rótulo é essencial para saber o que realmente está presente no produto.

Do lado de fora, pode parecer que todos os iogurtes são saudáveis e iguais. No entanto, se você sabe o que procurar, o rótulo em cada iogurte pode contar uma história diferente.

Lista de Ingredientes

A fórmula do iogurte reside na simplicidade: é um leite fermentado por bactérias. Apenas leite e lactobacilos que compõem o verdadeiro iorgurte natural.

Embora todos os iogurtes comecem como iogurte natural, eles geralmente contêm uma variedade de ingredientes adicionados, como açúcar, sabores artificiais, corantes, estabilizadores e conservantes.

Quando possível, escolha um iogurte sem grandes quantidades de ingredientes adicionados. Em vez disso, tente escolher um iogurte com poucos ingredientes. Quanto menos, mais saudável.

O perfeito é apenas o leite e as culturas bacterianas utilizadas para transformar o leite em iogurte. mas algumas pessoas têm dificuldade em se acostumar com o gosto.

Caso você não goste do verdadeiro iogurte natural, lembre-se que os ingredientes no rótulo são listados por peso – o primeiro ingrediente é o em maior quantidade, o segundo em segundo, e assim por diante -, portanto, evite os iogurtes com açúcar listado entre os primeiros ingredientes.

Melhor ainda, simplesmente evite todos os iogurtes que tenham qualquer tipo de açúcar ou adoçantes artificiais – veja aqui nosso artigo sobre adoçantes – adicionados na lista de ingredientes.

O açúcar pode ser listado sob vários nomes diferentes, incluindo sacarose, frutose, xarope de milho, suco de frutas, açúcar de cana e néctar de agave.

Tabela Nutricional

Além dos ingredientes, a tabela nutricional pode fornecer algumas informações mais específicas.

O tamanho da porção e as calorias por porção estão listadas no topo. E as informações nutricionais irão dizer quantos carboidratos, gorduras, proteínas, entre outros, estão em cada porção.

Lembre-se que pode haver mais de uma porção por recipiente, o que significa que há mais calorias também.

Idealmente, seu iogurte conterá vitaminas, como a vitamina D, e uma parte significativa de suas necessidades diárias de cálcio. Isso será listado como porcentagem do valor diário (%VD) no rótulo.

Portanto, opte por iogurtes com mais vitaminas e nutrientes indicados no rótulo.

2. Teor de Gorduras

O iogurte pode ser feito de leite integral, baixo teor de gordura (light) ou sem gordura (diet).

Especialistas em saúde geralmente recomendam produtos lácteos com baixo teor de gordura, mas apenas porque a maioria das pessoas já comem mais calorias do que elas precisam.

No entanto, iogurtes com gordura reduzida geralmente contém mais açúcar, que é adicionado para compensar a perda de sabor dada pela gordura. Então, se você escolher iogurte com baixo teor de gordura, certifique-se de procurar um sem adição de açúcar.

Embora o iogurte integral (alto teor de gorduras) contenha mais calorias do que os iogurte semi-desnatados e desnatados (baixo teor de gorduras), isso não faz necessariamente uma escolha menos saudável.

Pelo contrário, as gorduras encontradas em produtos lácteos com gordura podem ser mais benéficas.

Os produtos lácteos contêm algumas gorduras trans de ocorrência natural, que são diferentes das gorduras trans prejudiciais encontradas em alguns alimentos processados.

Estas gorduras, nomeadamente o ácido linoleico conjugado (CLA), não são consideradas nocivas e podem até ter alguns benefícios para a saúde.

Eles podem ajudar a reduzir a gordura corporal e a inflamação, reduzir o risco de doença cardíaca, melhorar o controle do açúcar no sangue e ajudar no combate à células cancerígenas.

Portanto, todos os iogurtes – integrais, semi-desnatados, desnatados – podem ser saudáveis. Decida qual tipo comer com base em seus hábitos alimentares, preferências alimentares e metas calóricas.

3. Proteínas

Quando o assunto é aliar o consumo de iogurte a uma dieta para perder peso, quanto maior a quantidade de proteína, melhor.

Normalmente, os iogurtes ricos em proteínas são mais densos e mantêm a saciedade por mais tempo. Eles são bons para substituir um lanche que seria mais calórico ou rico em carboidratos, como biscoitos e sanduíches.

Um exemplo de iogurte que costuma ter bom teor proteico é o tipo grego.

4. Bactérias

Bactérias probióticas ​​são usadas para fazer o iogurte e são saudáveis. Elas transformam o açúcar do leite (lactose) em ácido lático, o que faz com que o iogurte tenha um sabor acentuado.

Essas bactérias probióticas, muitas vezes referidas como “culturas vivas”, podem oferecer uma grande quantidade de benefícios para a saúde.

Embora as pesquisas sobre probióticos ainda precisam ser mais aprofundadas, estudos sugerem que eles podem:

  • Melhorar os sintomas de intolerância à lactose;
  • Estimular o sistema imunológico;
  • Reduzir significativamente os sintomas de depressão;
  • Reduzir o risco de diarreia associada aos antibióticos;
  • Melhorar os sintomas da síndrome do intestino irritável;
  • E, outros estudos descobriram que o iogurte probiótico poderia ajudar a reduzir o colesterol, o peso corporal e até mesmo os processos inflamatórios;

Todos os iogurtes inicialmente contêm estas culturas vivas, pois elas são o ingrediente que transforma o leite em iogurte.

No entanto, o teor de probiótico de um iogurte pode variar bastante dependendo de uma série de fatores, incluindo os métodos de embalagem e condições de armazenamento.

Para obter o máximo de benefícios do seu iogurte, escolha um com a maior quantidade possível de probióticos. Infelizmente, não há uma maneira fácil de dizer o quanto cada iogurte contém.

A melhor dica é procurar as versões com maior quantidade de fibras por porção e evitar iogurtes tratados termicamente ou pasteurizados depois que os probióticos são adicionados. A pasteurização mata a bactéria, que precisa estar viva para trazer benefícios.

Resumo

Ao escolher um iogurte saudável, menos é mais.

Escolha um iogurte com o mínimo de ingredientes possíveis e que tenha quase nada ou zero de açúcar. A melhor opção sempre será o iogurte não adocicado.

Depois disso, as escolhas dependem da preferência pessoal, inclusive na quantidade de gorduras.

Já as proteínas, fibras, vitaminas e nutrientes são ótimos critérios de desempates.

Enquanto você seguir estas dicas, você pode se sentir confiante de que o iogurte que você escolher é uma escolha saudável e nutritiva.






Comentários Facebook